Ultimas

Ubaitaba

Aurelino Leal

ÚLTIMOS POSTS

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Menina de 14 anos é estuprada e morta pelo irmão no dia do aniversário


Uma garota de 14 anos foi estuprada e morta a pedradas no dia do seu aniversário, em uma linha de trem desativada em uma cidade do Rio de Janeiro. O próprio irmão mais velho da vítima, um adolescente de 17 anos, foi identificado como o autor do crime.

O jovem tinha ficado internado por dois anos no Instituto Padre Severino pelos crimes de estupro e tentativa de homicídio contra uma jovem no município de Itaboraí. Ele tinha sido liberado da detenção há apenas dois meses.

No dia do crime, a menina saiu de casa de manhã falando que ia passar o aniversário na casa do pai. Ao chegar lá, o pai deu um dinheiro para que ela fosse ao mercado comprar algumas coisas. A filha nunca mais voltou, mas o irmão mais velho retornou para casa com as compras.

"Foi então que começamos a suspeitar do irmão dela, porque encontramos no bolso da garota uma nota fiscal de um mercado com as mesmas mercadorias que ele havia levado para a casa do pai", disse para o jornal Extra o delegado Raul Gustavo Morgado, que investiga o caso.

Após estuprar a irmã, o adolescente a agrediu com diversas pedradas na cabeça. A Polícia Militar encontrou a menina ainda com vida, nua e com o rosto completamente desfigurado. Ela chegou a ser socorrida para o hospital municipal de Itaboraí, mas não resistiu aos ferimentos.

O irmão mais velho da menina confessou o crime em depoimento para à polícia, e ainda de acordo com a polícia, demonstrou frieza. "Ele disse que fez isso porque já havia estuprado a irmã quando ela ainda tinha 9 anos. E que depois que saiu da internação, ela havia dito a ele que contaria para a família o que ele fez com ela", revelou o titular Morgado.
"Durante o depoimento, ele contou em detalhes como matou a irmã. Ele disse que encontrou com ela voltando do mercado e disse a ela que ira acompanha-lá até a casa do pai deles. No meio do caminho, ele deu uma "banda" nas pernas dela e aproveitou para estuprá-la. Logo em seguida, ele pegou um pedregulho e deferiu golpes na cabeça da irmã, até ela apagar", disse.

Em estado de choque, a mãe da vítima e do autor do crime comentou o caso. "Na parte da tarde, meu filho mais velho chegou em casa muito nervoso e suado. Disse que estava muito preocupado com os irmãos dele", revelou a dona de casa para o Extra.

"Ainda cheguei a questionar se ele sabia de alguma coisa, mas ele disse que não sabia de nada e que estava muito preocupado. Fiquei muito nervosa e como meus outros dois filhos estavam em casa, comecei a ligar para o celular da minha filha e nada dela atender. Até que recebemos uma ligação da polícia e acabamos descobrindo o pior", lamentou.

O crime aconteceu na tarde deste último sábado (22), e a menina foi enterrada no dia seguinte sob forte comoção. O irmão foi entregue à Justiça, que vai definir que medidas socioeducativas serão cumpridas por ele.

Adolescente chegou a pedir que mãe fizesse sexo com ele: "ele é um maníaco"
A mãe do garoto diz que pede para que Deus tire dela a raiva que sente do filho, e que acredita que ele é doente porque chegou a pedir para que ela fizesse sexo com ele dias após sair da internação. "Foi horrível escutar aquilo. Ele disse sério e eu respondi na hora que ele estava ficando maluco e que eu nunca faria isso. Sinceramente, depois de saber o que ele teve coragem de fazer com a própria irmã, provavelmente ele fazia isso com outras mulheres", disse a dona de casa.

"Minha filha era uma garota linda e feliz. Queria encontrar com meu filho e perguntar, olhando nos olhos dele, por que ele fez essa maldade tão grande. No dia do crime, se eu tivesse uma arma, acho que eu mesma teria matado ele", confessa. "É difícil falar isso, mas acho que ele é um maníaco sexual".

A menina estava no 5º ano do ensino fundamental e completou 14 anos no mesmo dia do crime. As professoras lamentaram a morte da jovem, e não se conformam com as circunstâncias. "Agora, o que fica é o sentimento de saudade e de revolta por um irmão ter tido a coragem de fazer uma crueldade dessa", disse uma docente ao jornal Extra. "Esse rapaz deve ser um maníaco. Ele tem 17 anos, ou seja, vai ser solto rapidamente e nós ficaremos em risco", concluiu.

Mais da metade das crianças da Bahia ainda não se vacinaram contra pólio

Mais da metade das crianças da Bahia, com idades entre seis meses e cinco anos, ainda não tomou a vacina contra a paralisia infantil, segundo informações da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

A campanha contra a poliomielite tem mais um "Dia D" neste sábado (29). Segundo Ramon Saveedra, coordenador de imunização da Sesab, a vacina é importante para manter o país livre da paralisia infantil. “É um 26º ano sem a doença, contudo existe o risco de reintrodução por ela existir pontualmente em alguns outros países.

A importância desta ação é evitar a reintrodução da doença", afirma. A poliomielite é uma doença que paralisa os membros inferiores e também pode atingir os músculos respiratórios, o que aumenta o risco de morte. Mesmo sendo grave, em todo o estado, cerca de 500 mil crianças ainda não foram vacinadas.

Para imunizar as crianças é necessário vacinar as crianças até os seis anos. Com dois meses, a criança toma a primeira dose, que é injetável. Depois, aos quatro meses, toma a segunda dose, também injetável. Dos seis meses aos 4 anos, 11 meses e 29 dias, a criança deve tomar, uma vez por ano, a versão oral da vacina. *G1

Promotoria pede bloqueio de bens da prefeita Lidiane, a prefeita foragida

© Foto: Reprodução Promotoria de acusa Lidiane de decretar 'redução injustificada'.

O Ministério Público do Maranhão ajuizou nesta quinta-feira, 27, duas ações civis públicas por atos de improbidade administrativa, com pedido de liminar, para indisponibilidade de bens e afastamento do cargo da prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite da Silva, a Lidiane Rocha (PP). Ela está foragida há uma semana, desde que a Justiça Federal decretou sua prisão preventiva por supostos desvios de recursos da merenda escolar da rede pública de ensino de Bom Jardim.
Também são acusados ex-secretários municipais, empresários e empresas prestadoras de serviços à Prefeitura de Bom Jardim, todos sob suspeita de 'integrar uma organização criminosa que fraudava licitações para desviar recursos públicos do município'.
Vaidosa, 25 anos, Lidiane exibe nas redes sociais imagens de uma vida de alto padrão para uma cidade de 40 mil habitantes à beira da miséria, com um dos menores IDHs do Brasil. Bom Jardim fica no interior maranhense. A cidade vive um clima de revolta desde que surgiram as denúncias sobre a gestão e o comportamento de Lidiane.
Carros de luxo, festas e preocupação com a beleza, o que inclui até cirurgia plástica, marcam o dia a dia da moça que, conforme seu registro na Justiça eleitoral, candidatou-se pela coligação 'A esperança do povo', com ensino fundamental completo e ocupação declarada 'estudante, bolsista, estagiário e assemelhados'.
De acordo com as investigações do Ministério Público, em dois procedimentos licitatórios - um para contratação de empresa para locação de veículos e outro para execução de reformas em escolas da sede e da zona rural de Bom Jardim -, os valores dos contratos ultrapassam R$ 4,1 milhões.
Em ambas as ações, estão envolvidos o ex-secretário Humberto Dantas dos Santos, conhecido como Beto Rocha e que é marido da prefeita; e o empresário Antonio Oliveira da Silva, vulgo Zabar, informa o Ministério Público do Maranhão. Na licitação para locação de veículos - modalidade pregão presencial -, no valor R$ 2.788.446,67, foram acionados, ainda, o empresário Fabiano de Carvalho Bezerra e sua empresa A4 Serviços e Entretenimento Ltda; Anilson Araújo Rodrigues (motoboy); Raimundo Nonato Silva Abreu Júnior (empresário) e Marcos Fae Ferreira França (contador e pregoeiro do município).
As investigações são conduzidas pela Promotoria de Bom Jardim e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão. Os promotores constataram 'diversas irregularidades, como ausência de justificativa para contratação, participação de apenas uma empresa, ausência de vários documentos para habilitação da empresa e de pareceres técnicos e jurídicos sobre o processo licitatório'.
A promotora de Justiça Karina Freitas Chaves assinala que a empresa A4 'é apenas de fachada, pois não possui um veículo em seu nome e nem sede, e os seus sócios não tinham qualquer controle sobre os motoristas contratados para executar o serviço'.
Contratada para a reforma de 13 escolas municipais de Bom Jardim, na qual foi a única concorrente, a empresa A. O da Silva e Cia Ltda se beneficiou de várias irregularidades, diz a Promotoria, entre as quais falta de projeto básico referente à licitação. A Prefeitura não divulgou em jornal de grande circulação o aviso de licitação; as certidões negativas de débitos foram emitidas após a sessão que deveria recebê-las; não há nos autos documento que comprove a qualificação técnica da empresa.
Segundo foi constatado pelo Ministério Público, a empresa A. O da Silva e Cia Ltda funcionava apenas como fachada para repassar recursos públicos destinados ao serviço para o marido da prefeita Lidiane. Em depoimento à Promotoria de Justiça, Zabar, o dono da empresa, garantiu que valores recebidos pelo contrato eram repassados para a conta pessoal de Beto Rocha, que se encarregaria de contratar os funcionários para supostamente trabalharem na reforma das escolas.
O contrato para as obras tinha o valor de R$ 1.377.299,77 para os serviços nas 13 escolas. No entanto, conforme informou à Promotoria o próprio empresário apenas quatro escolas foram reformadas. "Isso nada mais é do que uma demonstração clara da fraude no procedimento licitatório, com o desvio do dinheiro público e atos atentatórios à probidade administrativa", constatou a promotora de Justiça Karina Chaves.
Nas duas ações civis, o Ministério Público do Maranhão requer à Justiça que sejam aplicadas à prefeita e aos outros citados as penalidades previstas no artigo 12 da Lei 8.429/92 (Lei da Improbidade Administrativa), que são: ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.
Por volta de 11 hs desta quinta-feira, 27, a advogada Illana Sousa dos Praseres, que defende a prefeita, informou que estava reunida com a família de Lidiane. A criminalista não quis dar detalhes do encontro.

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Conta de luz pode ficar 8% mais cara


A conta de luz deve ficar mais cara ainda este ano. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira a abertura de audiência pública sobre a metodologia de cálculo e cobrança da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que é um encargo cobrado nas contas de luz. De acordo com o G1, hoje, esta conta é paga pelas indústrias, mas uma decisão judicial obtida pelas empresas determinou que os custos sejam repassados aos consumidores residenciais. Se a determinação for acatada, a mudança deve representar uma alta de até 8% nas contas. Para cumprir a decisão judicial, a Aneel argumentou que antes é preciso realizar audiência pública sobre o tema, já que será preciso definir uma nova metodologia de cálculo, que não está prevista na legislação hoje. Pelos cálculos da Aneel, o cumprimento da decisão judicial levaria ao repasse de R$ 1,8 bilhão aos consumidores residenciais via reajuste tarifário. Neste caso, a agência poderia promover novas revisões extraordinárias ainda este ano, explicou o relator do processo, André Pepitone da Nóbrega

Zé Carlos participa de sessão na Câmara dos Deputados e tem audiência em Brasília

O vereador de Ubaitaba, José Carlos Lona (PC do B), participou recentemente de audiência com o Secretário Nacional de Esportes de Alto Rendimento, Carlos Geraldo. A audiência aconteceu em Brasília e contou com a participação também de Elias Dourado, Superintendente da SUDESB e Álvaro Gomes, Secretário do Trabalho, Emprego e Renda do Estado da Bahia. Também participaram desta reunião, técnicos e presidentes das Confederações de Boxe e Luta Olímpica, que também terão Centros de Treinamento na Bahia.
Segundo o vereador Zé Carlos, o Ministério vai construir um Centro de Treinamento de Canoagem no estado. Zé Carlos disse que foi ao encontro, lutar para que este Centro de Treinamento de Canoagem seja construído na cidade de Ubaitaba, já que o município vem fazendo história pelo mundo, representado por grandes atletas, a exemplo do Bicampeão Mundial e medalhista de ouro Pan-Americano, Isaquias Queiroz. Zé Carlos, também esteve na Câmara dos Deputados, a convite do Deputado Federal Davidson Magalhães (PC do B). Veja abaixo:


Idosa de 65 anos morre queimada dentro de casa em Jequié

Uma idosa de 65 anos morreu queimada dentro de uma casa onde morava, nas proximidades do Complexo Policial de Jequié, na tarde desta terça-feira (25/8).

De acordo com o Blog Júnior Mascote, Matilde Bispo Lacerda, que estava dentro do imóvel, não conseguiu sair da casa e, mesmo com uma equipe do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros tendo sido acionada, quando chegou ao local a vítima já estava sem sinais vitais.

As primeiras informações da polícia são de que o incêndio pode ter sido provocado por uma vela acessa. Vizinhos chegaram a ouvir os gritos de socorro, mas não puderam salvar a idosa. Matilde Bispo morava com uma filha, que acabara de sair da casa. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Jequié. (Blog Marcos Frahm)

Homem que confessou ter matado mulher e filha dormiu após crime


O acusado de matar a mulher e a filha de oito meses no Ceará confessou à polícia que depois de cometer o crime ele dormiu. Marcelo Barberene Moraes, 37 anos, entrou em pânico ao acordar, segundo depoimento que ele prestou à delegada Socorro Portela.
"O Marcelo disse que foi só quando acordou que viu a besteira que tinha feito. Nesse momento, teria começado a gritar de desespero. Ele alegou que não se lembrava do que tinha feito", disse a delegada ao Extra. Ele não consumiu drogas na noite, segundo a polícia.

Depois, Marcelo encaminhou pelo WhatsApp uma mensagem confessando o crime para uma tia. "A família tinha um grupo no WhatsApp. Após o crime, um familiar mandou uma mensagem falando que Marcelo tinha confessado o crime para uma tia e pedido perdão. A mensagem também chegou no celular da Adriana", acrescentou a delegada.

Adriana Pessoa de Carvalho Moraes, 38 anos, e a filha de oito meses, Jade, foram achadas mortas na manhã de domingo, na casa de veraneio da família, em Paracuru. A mulher foi baleada na cabeça e a filha nas costas. Marcelo inicialmente disse que a casa teria sido arrombada, mas acabou confessando o crime ontem.

"No momento em que fazíamos a nova perícia, ele começou a chorar e confessou o crime. Afirmou que discutiu com a Adriana e pegou a arma que estava guardada em um armário e atirou nas vítimas", disse a delegada.

Homem é preso após se masturbar em ônibus e ser espancado por passageiros

Um homem foi preso na manhã desta terça-feira (25), após ser espancado por passageiros dentro de um ônibus na região do Iguatemi, em Salvador. De acordo com a polícia, Marcos Damasceno Batista, de 40 anos, estava se masturbando dentro do coletivo quando foi reprimido pelos passageiros e agredido. O linchamento foi interrompido por policiais militares da 26ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que efetuou a prisão do acusado. Marcos foi encaminhado para UPA dos Barris para receber atendimento e em seguida conduzido para 6ª Delegacia Territorial (DT), no bairro de Brotas. Com informações do repórter Marcelo Castro / Record Bahia.

Município promoveu “Dia D” contra a Pólio no sábado

Ibirapitanga realizou no último sábado (22) o Dia D de vacinação contra paralisia infantil e multivacinação. O município espera vacinar cerca de 1,8 mil crianças de seis meses a cinco anos. “Para atingir a meta, contamos com a atenção dos pais dessas crianças, para que se atentem ao prazo da campanha, ao horário de funcionamento das unidades e que levem a carteira de vacinação”, ressalta Admilson Júnior, Secretário Municipal de Saúde de Ibirapitanga. Cerca de 30 profissionais de saúde trabalharam na Campanha, que ocorreu em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. A campanha vai até o dia 31 de agosto e a expectativa é que nos próximos dias é que as crianças que ainda não foram vacinadas compareceram nos UBSs para realizar a imunização. Esta será a 36.ª Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite, e o 26.º ano sem casos da doença no País, que está livre do poliovírus desde 1990. Segundo o Ministério da Saúde, até que aconteça a certificação mundial de erradicação desse agente infeccioso, todas as ações devem ser mantidas. (Ubatã Notícias)

sábado, 22 de agosto de 2015

Canoagem: Isaquias Queiroz garante ao Brasil duas vagas na Olimpíada

Foto: COB
O esporte baiano começou o final de semana em alta. Depois de Robson Conceição garantir vaga na decisão do Continental de Boxe, Isaquias Queiroz surpreendeu a todos e assegurou a medalha de bronze no Mundial de Canoagem. O baiano, com o tempo de 38s915, ficou atrás apenas bielo-russo Aristem Kozyr e do o chinês Li Qiang. A terceira posição de Isaquias na prova do C1 200m, no Campeonato Mundial de Canoagem Velocidade, em Milão, garantiu ao Brasil uma vaga nesta prova durante os Jogos Olímpicos de 2016. No turno da tarde, na Itália, o baiano voltou a remar ao lado de Erlon Souza, na semifinal do C2 1.000m, e conquistou o primeiro lugar na semifinal. Com esta marca, levando o Brasil a mais uma decisão, os dois garantiram ao país a segunda vaga nos Jogos Olímpicos.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Facões, drogas e celulares são encontrados no presídio de Jequié

Materiais foram encontrados durante revista nesta quarta-feira.(Foto:Binho Locutor)
Durante uma operação no Conjunto Penal de Jequié, no sudoeste da Bahia, realizado nesta quarta-feira (19) por agentes penitenciários, drogas, facões e celulares foram encontrados. As informações são do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb). Ainda de acordo com o sindicato, a operação foi realizada em 14 celas do módulo de vivência do presídio II. Os agentes conseguiram descobrir esconderijos com os produtos ilícitos. No total foram 23 celulares, 105g de cocaína, 150g de maconha e 12 facões, além de carregadores, balança de precisão e pendrives. Não há informações sobre as medidas que serão tomadas com os presos que guardaram as drogas nas celas. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), mas não obteve retorno. *Informações do G1.

Operadoras móveis no Brasil devem entregar petição contra WhatsApp em dois meses

Operadoras de telecomunicações no Brasil pretendem entregar a autoridades locais, dentro de dois meses, um documento contrário ao funcionamento do WhartsApp. Uma das empresas do setor ainda estuda entrar com uma ação judicial contra o serviço, segundo afirmou uma fonte à Reuters.

A ideia do documento a ser entregue à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) é questionar quanto ao funcionamento do serviço de voz do aplicativo, que se dá por meio do número de telefone móvel do usuário e não através de um login específico. “Nosso ponto em relação ao WhatsApp é especificamente sobre o serviço de voz, que basicamente faz chamada a partir do número de celular. O Skype tem identidade própria, um login, isso não é irregular. Já o WhatsApp faz chamadas a partir de dois números móveis”, disse uma fonte.

No entendimento dos empresários, o número de celular é outorgado pela Anatel e as empresas de telefonia pagam tributos para cada linha autorizada, como as taxas do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel), o que não é feito pelo aplicativo gerido pelo Facebook. Segundo informado no Link, blog do Estadão, as operadoras pagam R$ 26 para ativação de cada linha móvel e R$ 13 anuais de taxa de funcionamento. Além disso, as empresas estão sujeitas às obrigações de fiscalização e qualidade com a Anatel e sujeitas a multas, o que não acontece com o WhatsApp.

Procurada, a assessoria de imprensa do aplicativo não respondeu a pedidos de comentários; a assessoria de imprensa do Facebook no Brasil afirmou que a empresa não responde pelo WhatsApp no país. A associação de operadoras, o Sinditelebrasil, foi procurada pela reportagem e disse que não falaria sobre o tema. Uma fonte da Anatel afirmou que não há nenhum pleito na agência referente ao aplicativo, mas no caso de haver, o órgão deve analisar se o WhatsApp pode sser categorizado como um serviço de telecomunicações. “A questão dos aplicativos se insere em debates maiores, internacionais, entre as empresas de telefonia e os provedores de conteúdo. Mas tem de ficar claro que se trata de serviço de valor adicionado. A Anatel não regula aplicativos. Não sei se a Anatel tem competência para analisar o serviço, que não é de voz tradicional”, afirmou.

Professora é agredida por aluna de 15 anos dentro de escola no interior do RS

Uma professora de 23 anos foi agredida por uma adolescente de 15 durante uma festa junina organizada em uma escola municipal do interior do Rio Grande do Sul. O caso aconteceu no último sábado (15).


De acordo com informações do site 'Uol', a professora de biologia Luciana Fernandes foi agredida com socos, chutes e tapas pela estudante e seus familiares dentro da Escola Municipal Padre Afonso Kist, na cidade de Parobé, distante a 78 km de Porto Alegre.

O motivo da briga teria sido a implicância da adolescente com a professora. Segundo o 'Uol', a agressão aconteceu após Luciana pedir que a adolescente esperasse seu retorno para o fim de uma brincadeira.

"Fiquei responsável pela cadeia, brincadeira típica de festas juninas. O valor da 'fiança' era de 50 centavos. Um menino pagou a fiança dele e da aluna. Ela queria sair. Então pedi para ela esperar enquanto eu buscava o troco. Foi quando ela tentou me agredir", contou Luciana ao 'Uol'.

Professores e alunos tentaram ajudar Luciana e impedir a agressão. Incomodada, a docente foi até a sala dos professores procurar a diretora da escola, mas foi surpreendida pela aluna e duas irmãs maiores de idade - uma delas grávida.

"Como ela não conseguiu me agredir na primeira vez, chamou o reforço dos familiares. Os pais e os cônjuges ficaram olhando e não fizeram nada para impedir", lembra. Luciana foi agredida com socos, chutes e tapas.

A professora está afastada das salas de aula e está morando temporariamente na casa do noivo, que vive em outra cidade. Ela diz ter medo de represálias. "Estou machucada, tomando remédio para dormir. Estou com medo e tento não sair sozinha", disse ao 'Uol'.

A vítima foi à delegacia registrar um boletim de ocorrência e, após o resultado do exame de corpo de delito, as envolvidas devem ser indiciadas por lesão corporal.

"As leis hoje em dia beneficiam muito o aluno. Fui agredida, não reagi e a menina vai ser levada para outra escola e receberá acompanhamento psicológico. Mais nada. Se tivesse sido ao contrário, eu já estava exonerada e com mil processos contra mim", avalia Luciana.
Rivalidade
A professora contou ao 'Uol' que o ataque iria "acontecer a qualquer momento". "Essa aluna não pode ser contrariada. Ela sempre apresentou um comportamento agressivo. Uma vez neguei a ela uma saída ao banheiro. Ela veio e esbarrou em mim de propósito", lembra.

"Na localidade em que fica a escola é normal o comportamento violento dos alunos com os colegas e professores. Casualmente foi eu, mas poderia ser qualquer outro colega", acrescentou.

De acordo com a direção da escola, a aluna já foi transferida. "Tomamos todas as medidas cabíveis. Não tem mais clima para a aluna continuar nesta escola. A Secretaria de Educação vai apoiá-la. Já a professora está muito fragilizada. Imagina uma professora jovem, recém-formada, passar por isso? É muito difícil", disse a diretora da escola, Maria Cleni Sarmento.

Apesar do trauma, Luciana revelou que o desejo de ensinar é maior e pretende voltar a ensinar o mais rápido possível, assim que o atestado médico expirar. "Não sei ainda quanto tempo terei que ficar afastada. Mas pretendo voltar o mais breve possível para não deixar meus alunos na mão".

Em nota, o Conselho Tutelar e a Secretaria da Educação afirmaram que vão acompanhar a rotina da adolescente de perto.

Joelma e Chimbinha confirmam fim de casamento após 18 anos juntos


Joelma e Chimbinha, da banda Calypso, confirmaram em nota o fim da união de 18 anos. Segundo a assessoria de imprensa dos artistas, "o respeito, admiração e parceria permanecem recíprocos". A agenda profissional da Calypso segue normalmente pelo país.

"A união de 18 anos deu fruto a dois filhos maravilhosos, projetos e parcerias tanto na vida pessoal quanto profissional como a Banda Calypso, maior banda independente do país e que conta com mais de 15 milhões de discos vendidos", diz a nota, que pede respeito ao momento do casal. No final de julho, o casal havia negado a separação.

Mais de 500 academias da Bahia funcionam sem autorização


A Bahia tem ao menos 543 academias que atuam sem permissão para funcionar, divulgou o Conselho Regional de Educação Física (Cref). O número corresponde a 16% dos 3.398 estabelecimentos fiscalizados pelo órgão neste ano. De acordo com o G1, entre as unidades notificadas pela falta de registro está a do bairro de Águas Claras, em Salvador, onde uma mulher morreu após passar mal em julho deste ano. Segundo o presidente do Cref, Paulo César Vieira Lima, as academias notificadas não tinham alvará para atuar. “Na verdade, é um credenciamento. Ele é renovado anualmente. Caso não cumpram as normas, [as academias] podem ser multadas e até mesmo fechadas”, explicou. Outro problema, segundo o presidente, é a atuação de profissionais sem a formação necessária, o que pode trazer riscos para os clientes. “Tem uma incidência muito grande [de profissionais atuando sem formação] em regiões de médio a alto porte, além das regiões periféricas. Patamares, em Salvador, é um exemplo. Temos parte do empresariado, que quer mão de obra barata. […] O exercício ministrado por pessoas sem conhecimento pode levar a problemas irreversíveis nas articulações, na coluna. Enfim, são sérias as consequências”, alerta. Segundo Lima, aqueles que quiserem se exercitar de forma segura devem tomar alguns cuidados. “Antes de fazer atividade física, tem que passar por uma avaliação médica. Isso para qualquer idade, faixa etária. Apesar de não ser lei, é a recomendação que damos. Também indicamos que vejam se o espaço tem autorização de funcionamento. O alvará deve estar bem visível. Outra coisa é pesquisar se o educador tem registro profissional”, indica.

Bahia

Mundo

Brasil

 
Copyright © 2014 Noticias Urgente
Desenvolvido por: Bahia Criações